Universo Infantil

Universo Infantil
Aprenda sobre saúde física e mental da criança.

Brincando!

Brincando!
Atividades para se divertir!

Testemunhe!

Testemunhe!
Conte a sua história. Será um prazer publicá-la!

Cantinho da Família

Cantinho da Família
Ajudando na caminhada espiritual de seu filho.

Meu Pai Robô

sábado, 6 de fevereiro de 2010

História que ensina sobre o Amor de Deus como o Pai que é de cada um de nós.
Como Pai, Deus cuida, ensina, repreende, protege, admoesta e tudo mais que um Pai que ama de verdade faz pelos seus filhos!

Essa História foi adaptada de um teatro infantil. Ou seja, pode ser usado como um teatrinho também, tanto com as crianças, como com fantoches. Adaptado pela irmã Gabriela Pache de Fiúza, que o retirou do site teatro cristão.

Aula Completa

- Receba as crianças com alegria.

Prepare recortes de revistas que contenham a figura de robôs. Diga às crianças que os robôs foram criados para facilitar a vida das pessoas, mas que não as substituem. Eles fazem os trabalhos perigosos, como ir no fundo do oceano explorar, algo que um ser humano não poderia fazer.

Conte a elas que os robôs jamais substituirão as pessoas, que devem ser usados para ajudar somente. As pessoas têm emoções e inteligência, coisa que um robô não tem.

Deixe que olhem as figuras de robôs.


- Faça um semi-círculo com as cadeiras, de modo que o professor fique diante de todos.
- Cante uma música
- Ore com as crianças, pergunte quem tem algum pedido especial. Deixe a oração final para fazer com as crianças. Nesse momento, ore você mesmo.
- Inicie a história

História

Certa vez um professor que não teve pai, projetou durante anos um pai para ele, criando o pai robô.

-Nossa! Estou ansiosa para ver o pai robô do professor.
-Eu também, ele falou tanto desde o início do ano que não vejo a hora.
- Bom dia crianças!!! – Disse o professor
-Bom dia professor!!!
-Chegou o grande dia, hoje vocês conhecerão uma pessoa muito especial…tcham, tcham, tcham, tcham… Aí está, o melhor pai do mundo, o meu papai, e ele pode tudo. – disse entusiasmado o professor.
-Oh!!! -disseram as crianças assombradas.
-E o que ele sabe fazer professor?
-Ele tem uma programação que permite muitas coisas, ele assiste TV comigo, me ajuda a lavar a louça, vejam que maravilha, tenho um pai que estará sempre comigo aonde eu for. Muito bem, vocês que tem um pai me digam o que ele deve fazer?


Os alunos levantavam a mão gritando: Eu, eu, eu ….
-Você Daniel o que gostaria de vê-lo fazer? –Perguntou o professor com ar de orgulho.
-Ele deve ajudar a arrumar a casa, tirar o pó por exemplo.
-Ok! Ok! Vamos lá. O professor programa o robô e o robô tira o pó da sala e as crianças vibram!


- Viram? O que mais, o que mais? Pode falar Ester!
- Ele tem que ser bom e dar abraços. –Respondeu Ester
-Venha cá Ester! -disse o professor- Vamos lá…( programa o robô ) …prontinho.

O robô dá um abraço muito apertado e desengonçado em Ester.
- Ai... ai... Ele tá me apertando!

O professor a ajuda.
-Mais alguns ajustes e este abraço ficará bom. – disse o professor.


E o que mais ele tem que saber fazer? - desafia o professor
- Ele tem que ser engraçado, meu pai é engraçado… - disse Bia.
O professor programa o robô e o robô faz malabarismo e palhaçadas e as crianças riem”.
- É melhorou, está começando a se parecer com um pai. - dizem os alunos empolgados.


-Viram como ele é perfeito? Nunca mais ficarei sem a companhia de um pai! Ele pode tudo. O que mais? O que mais? –falava o professor desafiando os alunos.
-Deve ajudar com os deveres da escola. – disse João
-Deve comprar muitos presentes… – disse Melisa
- Deve saber contar divertidas histórias… – disse Rafael
-E deve gostar de rir, ele deve ser sempre alegre … – disse Sofia.

O professor corre e programa o robô que cumpre todas as tarefas à perfeição.


-Algum outro desafio? Pergunta audacioso o professor.

- Um bom pai tem que saber orar - disse Cíntia desde o fundo da sala com voz firme.
-Orar ? – pergunta o professor intrigado.
-Sim, ele deve saber orar! Orar é falar com Deus, Nosso Pai maior, ele pode todas as coisas. É importante um pai saber orar. Sabe professor, quando a minha mãe ficou grávida, no ultra-som dos primeiros meses aparecia o feto com serias malformações ósseas. Os médicos disseram que eu nasceria deformada e que nem mesmo caminharia. Mas meu pai, cheio de fé, começou a orar e jejuar pela minha cura. Ele colocava a mão na barriga da minha mãe e orava todos os dias, ele nem mesmo quis fazer outros exames, ele creu de todo coração que Deus tinha me curado. E no dia do nascimento todos ficaram chocados, eu nasci perfeita, EU SOU PERFEITA. Todos ficaram espantados menos o meu pai, porque ele sabia que Deus já o tinha ouvido. Meu pai ora pelo emprego, pela nossa saúde, pelas finanças, pela família, ele ora por todas as necessidades! Sem dúvidas professor, o que um pai tem que saber fazer para ter uma família abençoada é orar, como o meu papai!

O professor estava visivelmente abalado, toda a sala estava com os olhos cheios de lágrimas. O professor rompeu o silêncio dizendo:

-Meu pai robô não foi programado para orar, e acho que nem se o programasse conseguiria, porque ele nunca poderá ter o amor nem a fé de um verdadeiro pai!
A campainha tocou e as crianças desinteressadas pelo robô que não poderia orar foram saindo e comentando.

-Vamos pedir pro nosso papai ir à igreja da Cíntia, queremos que eles também orem como o papai dela!


O professor e Cíntia ficaram na sala do lado do robô se olhando.

-O senhor está decepcionado professor?
-É que finalmente eu achei que ia ter um pai…- disse com tristeza.
-Mas professor, você pode ter um pai, Deus pode ser o seu Pai!
-Mas como isso é possível? Eu já sou grande e sou muito atrapalhado, Deus não vai querer ser o meu pai.
-Deus o ama e aceita o senhor, do jeito que o senhor é. Vamos até o meu pai que ele vai lhe mostrar o caminho até o Pai maior.
-Então vamos agora mesmo , quero conhecer este pai que realmente pode tudo.
O professor cobre o robô e vai com Cíntia.
Depois de ouvir o pai de Cíntia, o professor quis receber Jesus no seu coração e, de joelhos pela primeira vez na sua vida, sentiu os braços do amoroso Pai Deus o envolver. Agora, o professor tinha achado o que tanto buscava, UM PAI AMOROSO.

Cíntia piscou para o pai em cumplicidade. Porque o que o professor não sabia era que Cíntia e o seu pai vinham orando pelo professor desde o começo do ano!

Cíntia estava muito orgulhosa do seu papai, um homem de oração e fé.


Levando a criança a Cristo

- Converse com as crianças sobre Deus como o Nosso Pai. Diga a elas que Deus é tão Maravilhoso, que deu o Seu único Filho para morrer por nós, que somos pecadores. Diga a elas que Jesus levou tudo de errado que fizemos para que pudéssemos ter Deus como o nosso Pai. Ele fez isso por amor. Se convidarmos Jesus para entrar em nosso coração, ele o limpa de toda a sujeira do pecado (explique que pecado é tudo o que nos afasta de Deus: mentir, roubar, brigar). Nós temos o nosso papai na Terra, mas Deus é o Pai Maior. Ele é Pai de todos que O aceitam.

Pergunte às crianças se elas desejam ter Jesus em seus corações. Não as force! Deixe que estejam livres para decidir. A sementinha foi plantada no coração delas e se alguma delas não quiser, Deus se encarregará de tocar em seu coraçãozinho no momento adequado.

Ore com elas:

"Senhor Deus, eu desejo ter o Senhor como o meu Pai Celeste. Peço que Jesus, seu filho, venha limpar o meu coração, para que eu possa ter o Senhor como o meu Grande Pai, para sempre. Em nome de Jesus, amém."

Atividades: Monte um robozinho!
Idéias:


Instituto Estre

Robozinho complexo (para crianças de 9 a 12 anos)
Os bracinhos são feitos de tampinhas com um furo no meio, por onde passa um elástico.

Fonte da história:
Sementinha Kids

3 comentários:

Isaias Medeiros disse...

Olá

Uma postagem muito interessante, assim como o restante do blog. Parabéns pelo seu trabalho, já estou sendo seu seguidor.

Se também desejar me visitar, conhecer minhas idéias, trocar links ou seguir meu blog, visite:
Um pouco além do óbvio.

Abraço.

N'Ele, a autoridade máxima em matéria de salvação.

3 de março de 2010 20:55
Josiel Dias disse...

Olá meus queridos irmãos, Graça e Paz.

Como é maravilhoso encontrarmos textos que nos fortaleça na fé, não é mesmo? Parabéns pelo maravilhoso trabalho, muito edificante.
Vivemos dias de tribulações e esfriamento na fé, e muitas heresias onde muitos estão se alimentando de alimentos não sólidos e contaminados sendo assim adoecem espiritualmente se não tratados morrem na fé. Nestes últimos dias tem Deus levantado, homens e mulheres com compromissos de divulgar a palavra de Deus em tempo ou fora de Tempo “Gloria a Deus” . Trazendo mensagens edificantes aos nossos corações. Como sempre tenho dito: Aprendendo uns com os outros crescemos na graça e no conhecimento do nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.
Gostaria de aproveitar a oportunidade e compartilhar o nosso “blog”:Gostaríamos muito de contar com sua visita e comentários. Deus te abençoe ricamente.

“Mensagem Edificante para Alma”
http://josiel-dias.blogspot.com/


Josiel Dias
Cons. Missionário
Congregacional
Rio de Janeiro

31 de maio de 2010 05:09
Anônimo disse...

Parabéns por trabalhar nessa área tão importante que é ensinar as crianças com a palavra de DEUS através de grandes histórias e teatrinhos!
QUE DOM MARAVILHOSO!!!!!!!
DEUS te abençoe muitíssimo!!!

3 de julho de 2010 16:21

Usuários Online

 

2009 ·trabalhinhos by TNB